domingo, 3 de outubro de 2010

Acorda

E essa brisa que me canta,
Me abala
Me atrapalha
Me domina

E que me faz pensar..

Que a vida é a roda que se instala,
Se aproveita
Se desliza
Se desbanda

Se vicia nesse mundo inconstante..

E essa flauta que me conta,
Que se nota
Que a muda dessa planta somos nós.
E eu acordo, num estalo e entendendo
Que esse mundo não é tão feroz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário